Conheça os alimentos que ajudam a estimular o desejo do casal

Ingredientes considerados estimulantes podem aquecer a relação a dois. Veja o que é recomendado e o que não comer ou beber em um encontro.

Casado há cinco anos, o advogado Bruno Souza Costa, 36, não dispensa o uso de alguns ingredientes considerados afrodisíacos na hora de preparar um jantar romântico para a esposa. “Uma taça de vinho, acompanhada de um doce com chocolate, pimenta e morango faz toda a diferença na hora da conquista. A bebida ajuda a relaxar do estresse da semana, e o chocolate não tem erro: agrada as mulheres em qualquer situação e ainda dá para fazer várias brincadeiras com o sabor docinho”, afirma.

Mas será que comidas e bebidas podem ajudar na hora de apimentar a relação a dois? Sim, eles podem ajudar, diz a nutricionista do Hapvida, Lais Magalhães D’Araújo. Apesar de não haver comprovações científicas sobre os alimentos estimulantes, alguns ingredientes apresentam nutrientes e compostos bioativos que podem favorecer o desempenho na hora da conquista.

“Para ter uma vida sexual saudável é preciso manter uma alimentação equilibrada, em conjunto com a prática de exercícios físicos, que geram saúde e disposição”, afirma a  nutricionista. Lais lista cinco ingredientes estimulantes que não podem faltar na mesa dos namorados: chocolate, ostra, amendoim, peixes e temperos como pimenta, gengibre e canela. (Veja abaixo os benefícios de cada um).

Sensualmente sugestivo, o morango é umas das frutas que chama a atenção na culinária afrodisíaca por sua forma, textura e sabor. Mas o efeito afrodisíaco do morango está mais diretamente ligado ao sentido olfativo (que ajuda a estimular a líbido) do que às propriedades alimentares.

Peixes como a sardinha e o salmão apresentam grande quantidade de Ômega 3, que está relacionado à produção e manutenção das taxas de hormônios sexuais, além de auxiliar na lubrificação feminina.

Outras frutas “calientes” são a banana e o abacate. Ricas em potássio e vitaminas do complexo B, ajudam a aumentar a libido masculino e melhorar a vida a dois.

Efeito contrário

Mas nem todos os alimentos ajudam na hora de esquentar a relação. Algumas opções como frituras, carnes gordurosas e outros ingredientes que contém grande quantidade de gordura não são indicados para o cardápio dos amantes, e podem afetar o desejo. “O ideal é evitar comidas de difícil digestão, que impedem a circulação adequada de sangue, causam sensação de cansaço e dificultam o desempenho a dois”, avisa a nutricionista do Hapvida.

Laticínios em excesso também acabam prejudicando o romantismo, deixando a digestão mais lenta e causando desconfortos como gases e dores abdominais, que podem acabar com o clima do encontro.

Já o tradicional ovo de codorna, conhecido estimulante, contém nutrientes que ajudam na formação hormonal, mas não apresenta caraterísticas nutricionais que comprovem a fama. Assim como os coelhos, a codorna é conhecida por ter diversas relações em um curto espaço de tempo e, segundo a lenda popular, seus ovos podem transmitir esta potência para os humanos.  

Outra dica importante é a moderação na hora de servir bebidas alcoólicas. Embora uma taça de vinho, espumante ou um copo de cerveja contribuam para a desinibição do casal, o álcool em excesso pode diminuir a libido e até mesmo estragar o encontro, já que intoxica o organismo e pode causar alterações metabólicas como sono, impotência, mudanças de humor e náuseas. 

OS EFEITOS DOS ALIMENTOS
Chocolate O consumo de chocolate libera endorfina, que gera a sensação de bem estar e prazer. Sua composição também contém flavonoides, que funcionam como antioxidantes e ajudam a manter o desempenho masculino. Além disso, o chocolate é considerado um dos principais símbolos de sensualidade.
Ostra É considerada a melhor opção afrodisíaca por possuir grande quantidade de zinco, elemento que ajuda na produção de testosterona – um dos hormônios mais importantes masculino, que controla o desejo. Também tem papel fundamental na formação dos espermatozoides e fertilidade.
Temperos (pimenta, gengibre e canela) São boas opções para aquecer – literalmente – a relação. Aumentam a frequência cardíaca, agindo como estimulante. A pimenta, por exemplo, é rica em substâncias que ajudam a aumentar o ânimo e a disposição dos casais e libera odores que estimulam o casal.
Amendoim É um energético com uma grande quantidade de proteínas e vitaminas do Complexo B, que contribuem para a dilatação dos vasos sanguíneos e aumentam a libido masculina. Além disso, tem vitamina E e ácidos graxos fundamentais para a produção dos hormônios.
Peixes Peixes como a sardinha e o salmão apresentam grande quantidade de Ômega 3, que está relacionado à produção e manutenção das taxas de hormônais, além de auxiliar na lubrificação feminina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *